Arquivo da categoria: Biologia I

Roteiro de Biologia

Documento do Word:Roteiro Biologia – 1ª prova aberta
PDF: Roteiro Biologia – 1ª prova aberta

@inaeodara13

Resumo de Biologia

Elaborei um resumo de biologia , com as matérias de biologia 1 e 2 organizadas por tópicos e algumas imagens.

RESUMÃO DE BIOLOGIA

@inaeodara13

 

Resumo Biologia 1

Resumo disponível em Google Docs e 4shared

Clique aqui ⇨ RESUMÃO BIOLOGIA para download direto.

@inaeodara13

Compilação Biologia I: 08/05 a 05/06

Dinâmica de população e das comunidades

POTENCIAL BIÓTICO:  crescimento em potencial do número de indivíduos de uma determinada espécie. Esse fator depende exclusivamente da taxa reprodutiva da espécie, sendo então um valor utópico. 

CAPACIDADE LIMITE: número máximo de sustentação à uma espécie pela natureza, pode ser alterada por fatores humanos ou naturais.

RESISTENCIA AMBIENTAL: condições que impedem o crescimento de uma determinada espécie aos valores de seu potencial biótico.

CURVA S: é a de crescimento populacional padrão, a esperada para a maioria das populações existentes na natureza. Ela é caracterizada por uma fase inicial de crescimento lento, em que ocorre o ajuste dos organismos ao meio de vida. A seguir, ocorre um rápido crescimento, do tipo exponencial, que culmina com uma fase de estabilização, na qual a população não mais apresenta crescimento. Pequenas oscilações em torno de um valor numérico máximo acontecem, e a população, então permanece em estado de equilíbrio.

CURVA J:  é típica de populações de algas, por exemplo, na qual há um crescimento explosivo, geométrico, em função do aumento das disponibilidades de nutrientes do meio. Esse crescimento explosivo é seguido de queda brusca do número de indivíduos, pois, em decorrência do esgotamento dos recursos do meio, a taxa de mortalidade é alta, podendo, inclusive, acarretar a extinção da população do local.

Relações ecológicas são interações percebidas entre espécies e/ou indivíduos. Podem ser classificadas em:

– Harmônicas: não trazem prejuízo aos envolvidos
– Desarmônicas: trazem prejuízo a pelo menos um dos envolvidos

– Intraespecífica: entre indivíduos da mesma espécie
– Interespecíficas: entre diferentes espécies

Exemplos de relações harmônicas:

  • Mutualismo: benéfica para ambos os envolvidos (+/+). É obrigatória.
    Ex.: Alga e fungo constituindo os líquens.
  • Protocooperação: benéfica para ambos os envolvidos (+/+). Não é obrigatória.
    Ex.: Pássaro que come os carrapatos do boi.
  • Comensalismo: relação na qual há benefício para um dos indivíduos, porém para o outro é indiferente (+/°)
    Ex.: Rêmoras no tubarão.

@inaeodara13

27 de março de 2012 – Biologia I(Aula 15)

Pirâmides Ecológicas

  • Pirâmide de energia

Demonstra a quantidade energia disponível em cada nível trófico.

A pirâmide de energia normalmente não é vista invertida pois  a quantidade de energia disponível em um nível deve ser suficiente para manter o nível superior.

@inaeodara13

15 de março de 2012 – Biologia I (Aula 12)

@inaeodara13

13 de março de 2012 – Biologia I (Aula 11)

  • Pirâmides Ecológicas

Biomassa: Matéria orgânica fixada nos seres vivos

Exemplo 2: Pirâmide de Biomassa

@inaeodara13

6 de março de 2012 – Biologia I (Aula 9)

Energia e Ecossistema

  • Representação Gráfica:
    Em um estudo de  caso, inúmeros dados são reunidos e representados. Assim várias representações são possíveis. As clássicas são as pirâmides ecológicas.

  1. Pirâmides de números:
    Representa o número de uma população ou grupo, seguindo os níveis tróficos. As barras indicam representatividade da grandeza. Quanto maiores, maior o número de indivíduos.
    Exemplo 1:Nesse caso, o 1º nível trófico apresenta mais indivíduos comparado aos outros dois níveis.
    Exemplo 2:@inaeodara13

Roteiro de Estudos de Biologia

Elaborei um Resumo do conteúdo de Biologia I e II. Está disponível em Google Docs e em 4shared. Qualquer problema com o link, entrem em contato.

ERRO NA PARTE EUCARIONTE E PROCARIONTE: a presença membrana NUCLEAR é o que os difere.

@inaeodara13

1 de março de 2012 – Biologia I (Aula 8)

  • Efeito cumulativo nos organismos topo

Para transformar determinadas substâncias, o ser vivo precisa apresentar reagentes em seu organismo. Substâncias que não sofrem metabolismo podem se acumular no interior das células e portanto tem o papel de passarem aos níveis tróficos subsequentes.

Exemplo: compostos com mercúrio utilizado no garimpo
Vegetal ⇨ Pequenos Crustáceos ⇨ Peixes Pequenos ⇨ Peixes Grandes

@inaeodara13